Apple/Apps IOS

Taylor Swift critica Apple Music por não pagar artistas por 3 meses

Esse fim de semana, chegou a notícia de que a cantora Taylor Swift não disponibilizará o seu álbum 1989 no Apple Music. Desde que retirou suas músicas do Spotify, a artista vem declarando-se abertamente contra os serviços gratuitos de streaming.

Mas se a Apple é um serviço pago, que apesar dos três meses de gratuidade não vai oferecer nenhum plano gratuito permanente, por que retirar também seu álbum de lá? Birra? Desejo de vender mais CDs? A pop-star garante que não, e explica.

Em seu Tumblr, Swift publicou um texto hoje (21), curto, porém bastante claro e direto quanto à sua opinião sobre a proposta da Apple, e avisa que não se trata de seu dinheiro, e sim de todos os artistas que ela conhece e como a indústria pode ser afetada.

Apesar de todo respeito e admiração pela Maçã – que a cantora deixa claro ter sido uma parceira importante devido às vendas de suas músicas no iTunes – Taylor diz que não pode concordar com o fato de que os artistas não serão remunerados pelos três meses de gratuidade, segundo o contrato da Apple.

Tenho certeza de que você está ciente de que a Apple Music estará oferecendo uma versão gratuita por 3 meses para quem se inscrever em seu serviço. Eu não tenho certeza se você sabe que a Apple Music não estará pagando autores, produtores e artistas durante esses três meses. Acho que é chocante, decepcionante, e completamente diferente de como esta empresa historicamente foi progressista e generosa.

Talvez rebatendo as críticas que recebeu quando anunciou que não disponibilizará 1989 na Apple Music, a artista deixa claro que seu sucesso permite que tenha dinheiro o suficiente para se manter e pagar toda a equipe musical que a acompanha nos seus shows. Não se trata dela mesma, garante, mas sim dos novos artistas, cantores, autores e outros profissionais que lançarão suas primeiras músicas no serviço da Apple e não receberão nada da companhia durante três meses.

Swift ainda deixa claro que esses são os sentimentos de todos os músicos que ela conhece, mas segundo o texto, eles têm receios de falar a respeito, devido à admiração que possuem pela Apple. A artista decidiu, então, falar por todos eles.

Estas não são as queixas de uma criança petulante mimada. Estes são os sentimentos que ecoaram de cada artista, escritor e produtor nos meus círculos sociais que têm medo de falar publicamente porque nós admiramos e respeitamos muito a Apple. Nós simplesmente não respeitamos esta decisão particular.

A cantora também acrescentou que admira a postura da Apple em decidir pagar pelos artistas em seu serviço, mas salientou que a companhia tem recursos o suficiente para pagar a todos os músicos mesmo durante os três meses de gratuidade. E ainda disse que não é tarde para que a Maçã mude de ideia sobre seus planos, em que a indústria da música pode ser profundamente afetada.

Eu digo isso com amor, reverência e admiração por todo o resto que a Apple fez. Espero que em breve eu possa se juntar a eles no progresso rumo a um modelo de streaming que parece justo para aqueles que criam música.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s