Noticias/Windows

Windows 10 RTM pode não sair de graça para todos os Insiders, afinal de contas

Não faz muito tempo, a Microsoft havia dito que os usuários do programa Insider poderiam atualizar para a versão final do Windows 10 mesmo antes que todo mundo, quando ele fosse liberado para o público geral. Essa seria uma forma de agradecimento pelos esforços da comunidade em ajudar a companhia durante todo esse período de testes com seus feedbacks. Gabe Aul confirmou a notícia em sua conta no Twitter, e até aí tudo bem.

Porém, as coisas agora parecem diferentes, de acordo com algumas atualizações da publicação da empresa de Redmond referente ao assunto.

Em seu blog oficial, a companhia disse anteriormente que:

Enquanto você estiver executando uma build Insider Preview e conectado com o MSA que você usou para registrar, você receberá a complicação do Windows 10 de lançamento final e permanecerá ativado. Depois de ter instalado com sucesso esta compilação e ativado, você também será capaz de fazer uma instalação limpa no PC a partir de uma mídia

Porém, agora a Microsoft atualizou esse anúncio no seu blog, sem fazer barulho, e removeu algumas partes. Agora, o texto diz:

Enquanto você estiver executando uma build Insider Preview e conectado com o MSA que você usou para registrar, você receberá a complicação do Windows 10 de lançamento final e permanecerá ativado. Depois de ter instalado com sucesso esta compilação e ativado, você também será capaz de fazer uma instalação limpa no PC a partir de uma mídia. É importante notar que apenas as pessoas que executam o Windows 7 ou o Windows 8.1 podem atualizar para o Windows 10 como parte da oferta de upgrade gratuito (grifo nosso).

Conforme destacamos acima, a atualização do post removeu as palavras “permanecerá ativado” e “e ativado”. Basicamente, o que a Microsoft parece dizer agora, é que os Insiderssem a licença genuína do Windows 7 ou 8.1 não poderão receber a compilação com ativação e licença no Windows 10 RTM. Caso o leitor esteja utilizando o Insider Preview e atualizar para a compilação RTM do Windows 10 em 29 de julho, precisará fazer o downgrade para o Windows 7 ou 8.1 e instalar o Windows 10 novamente para obter um Windows genuíno.

Ao menos isso é o que o texto atual propõe, mas como é nítido, ainda não está claro o que a Microsoft realmente pretende fazer ou como vai lidar com a situação após ter comunicado outra notícia anteriormente. Esperamos que a solução encontrada não deixe os usuários insatisfeitos e que a empresa mantenha o bom trabalho que tem realizado com sua comunidade ultimamente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s