Noticias

Fabricantes de automóveis estão em impasse com a Nokia, mas ainda podem adquirir o HERE

As negociações para a venda do HERE continuam lentas e a Nokia não tem nenhuma pressa em fechar um negócio. Desde algum tempo, uma das principais candidatas é a aliança de fabricantes alemãs de automóveis, interessadas na divisão de mapas para aplicar em sistemas de carros. Porém, de acordo com a Reuters, fontes próximas ao assunto afirmam que os alemães estão em um impasse com a finlandesa em sua oferta conjunta para a aquisição.

As negociações entre a Nokia e a BMW, Daimler e Volkswagen ainda estão em curso eaparentemente avançadas, mas atingiram uma fase difícil com detalhes importantes, enquanto preço e estrutura estão finalizados, segundo disseram duas fontes da indústria de automóvel e duas fontes financeiras, que não quiseram ser identificadas porque as negociações são confidenciais.

As negociações não foram rompidas, mas elas estão em uma fase delicada de malabarismo.

Porém, segundo uma dessas fontes financeiras, a concorrência na corrida pela aquisição diminuiu. Enquanto as fabricantes alemãs estão mais à vontade para pagar o valor elevado que a Nokia pretende arrecadar na venda, licitantes rivais, como a Uber, o serviço de motoristas do Vale do Silício, saíram da disputa.

Tanto as fabricantes de automóveis quanto a Uber se recusaram a comentar o assunto. O porta-voz da Nokia também não comentou a respeito, se limitando apenas a reforçar a ideia de que a companhia continua avaliando a estratégia de vendas, o que pode resultar em venda nenhuma.

As fabricantes alemãs são ao mesmo tempo uma das principais clientes do HERE e as maiores interessadas na aquisição. O consórcio entre as três marcas exercem alguma influência no processo de leilão, uma vez que haveria uma queda da divisão caso essas companhias deixassem de utilizá-lo, optando por rivais como o TomTom.

Por outro lado, as alemãs detestariam que o HERE caísse em mãos de concorrentes. Os mapas de alta resolução e a tecnologia do HERE são de grande importância para a expansão dos automóveis conectados e sistemas inteligentes, e as marcas tradicionais não querem perder espaço para as gigantes da tecnologia, como Google e Apple, que visam o mercado automobilístico.

Como parte de sua oferta para adquirir o HERE, as fabricantes de automóveis comprometeram-se a continuar a investir na unidade por alguns anos, e concordaram em contribuir com dados capturados em tempo real pelos sensores a bordo dos seus veículos, disse a fonte de uma das montadoras. A Nokia quer liderar as conversações sobre um padrão de comunicação capaz de atualizar os mapas em tempo real através desses recursos disponíveis nos carros.

Por fim, em novos esforços para aumentar as possibilidades de aquisição, as fabricantes de veículos mentém conversações com a empresa de capital privado General Atlantic para a opção de um acréscimo financeiro para sua oferta. Enquanto a General Atlantic não é atualmente parte do grupo das empresas alemãs, ela pode juntar-se ao seu consórcio em uma fase posterior para agir como um “árbitro neutro” com outros parceiros potenciais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s