Noticias

‘Netflix’ espacial: projeto quer fazer streaming de vídeos de realidade virtual no espaço

885x592-one-20150810123852

A startup SpaceVR lançou uma campanha no Kickstarter para criar vídeos de realidade virtual no espaço e disponibilizá-los em uma espécie de “Netflix espacial”. O plano é lançar um sistema de 12 câmeras que consegue captar vídeos em 3D e 360º, para se unir à Estação Espacial Internacional (ISS). O sistema pegaria carona em uma missão de reabastecimento prevista para dezembro deste ano. O objetivo, segundo os idealizadores, é proporcionar experiências espaciais para todos – inclusive você – e fazer com que se sintam como astronautas.

O sistema, chamado Overview One, tem formato de cubo e possui duas câmeras em cada face, todas idênticas. Para manter o peso de carga baixo e evitar problemas de transporte, a SpaveVR quer imprimir o case da câmera lá na Estação e fechou um contrato com a Made In Space, uma empresa que produz diversos objetos no espaço (à gravidade zero) com uma impressora 3D, a Zero-G Printer, em órbita desde setembro de 2014.

Além da Made In Space, a startup se uniu a NanoRacks, uma companhia especializada em enviar cargas para o espaço. A equipe se diz confiante em relação à missão, mas afirma que avisará seus apoiadores pelo próprio Kickstarter, pelo seu site especial e também por e-mail, caso ocorra algum imprevisto, como atraso de lançamento do veículo espacial, por exemplo. Ciente de todos os riscos, a startup diz que poderia pegar carona no próximo voo disponível.

Uma vez que a câmera estiver instalada, novos vídeos seriam lançados a cada semana, mas apenas assinantes poderiam acessá-los. O primeiro vídeo do “Netflix do espaço”, como definiu Isaac DeSouza, cofundador e CTO da SpaceVR ao The Verge, será filmado a partir do módulo da ISS chamado Cupola Observatory, que oferece visão panorâmica para a Terra.

Para atingir a alta qualidade necessária para o streaming de realidade virtual ao vivo, a equipe calcula que precisaria manter uma transmissão na ordem de 60 megabits por segundo. É essencial que um eventual assinante porte um óculo de realidade de virtual, como o Oculus Rift.

Fundada no início deste ano, a SpaceVR está trabalhando com um time que inclui cientistas e engenheiros espaciais da Nasa. Astronautas como Edgar Mitchell, o sexto homem (de 12) a andar na Lua, e Richard Garriott, empresário e o sexto turista espacial, apoiam o projeto.

Na campanha, eles pedem ajuda para cobrir os gastos de lançamento e o primeiro ano de operações. Doações começam em um dólar e sobem gradualmente até 10 mil dólares. Doando 250 dólares, por exemplo, você consegue um ano de assinatura e acesso antecipado ao conteúdo. Outras doações incluem os headsets Cardboard, do Google, e o Gear VR, da Samsung, com painel frontal dourado espelhado, fazendo referência ao capacete de um astronauta.

A plataforma ainda não tem data para ser lançada, nem preço estipulado para os assinantes.

Além da primeira meta em dezembro deste ano, a startup pretende ampliar seu contéudo de vídeos lançando suas câmeras a bordo de outras missões. Em 2017, a câmera chegaria à Lua; em 2022, o sistema seria enviado a um asteroide; e, em 2026, chegaria a Marte.

A campanha foi lançada nesta segunda-feira (10) e segue até o dia 9 de setembro.

Fonte: The Verge e Kickstarter

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s